ccs-logo

Destaque

A COMUNICAÇÃO NA UFRJ

Comunicacao na UFRJ 2016

Na maior universidade do Brasil, com suas mais de 50 unidades acadêmicas, cerca de 4 mil professores, 55 mil estudantes e 9 mil servidores técnico-administrativos, a Comunicação pode ter papel fundamental. É através dela que são trocadas informações, experiências, saberes e se estabelece relações e princípios.

A UFRJ é uma universidade pública, gratuita, laica e autônoma. A comunicação desta instituição deve respeitar esses princípios e contemplar sua pluralidade de pensamento, ideologias e opiniões. Pensando nisso, profissionais da universidade que atuam na área, com o apoio institucional da Reitoria, estão propondo um diálogo amplo, construtivo e democrático para elaborar uma política de Comunicação que atenda aos anseios e necessidades da comunidade universitária.

Com este objetivo será realizado ciclo de debates A Comunicação na UFRJ. O primeiro acontecerá dia 27/7, quarta-feira, às 14 horas, no Auditório Pedro Calmon, no campus da Praia Vermelha, e terá como tema “Democracia e Comunicação Pública”. Os expositores convidados são a professora da Escola de Comunicação da UFRJ, Suzy Santos, coordenadora do Grupo de Pesquisa Políticas e Economia da Informação e da Comunicação (PEIC), e Akemi Nitahara, jornalista e representante dos funcionários no Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

O segundo debate, "Experiências de Comunicação na UFRJ", será realizado em setembro, com as presenças de Fernando Salis, professor da ECO/ UFRJ e superintendente de Comunicação, TV e Rádio do Fórum de Ciência e Cultura: e Fernando Pedro Lopes (assessor de imprensa Casa da Ciência e ex-assessor de comunicação da UFRJ na gestão do reitor Aloisio Teixeira. Ambos relatarão as suas experiências em projetos institucionais de comunicação na UFRJ. No terceiro debate, previsto para o mês de outubro, serão convidados profissionais de comunicação de universidades federais de outros estados.

Link do evento no Facebook:

https://www.facebook.com/events/860489480749720/

 

TRÂNSITO ALTERADO NA CIDADE UNIVERSITÁRIA

Transito alterado na Cidade Universitaria 2016

A Cidade Universitária se tornará rota das delegações olímpicas a partir de segunda-feira, 18/7, e terá várias alterações no tráfego. A maioria das mudanças atinge principalmente quem costuma utilizar o campus como alternativa para os congestionamentos das vias expressas. Por isso não é necessário o cadastramento de veículos ou autorizações específicas para estudantes, professores, trabalhadores ou residentes da Ilha do Fundão.

As dispensas ao trabalho também estão previstas apenas nos dias 5, 18 e 22 de agosto, estabelecidas como feriados municipais. A CET- Rio vai interditar a Ponte do Saber, entre 6h e 15h, e apenas ônibus estão fora da restrição. Aqueles que chegam à Cidade Universitária para trabalhar ou estudar poderão sair à tarde pela ponte estaiada para a Linha Vermelha. No sentido inverso, para diminuir o fluxo de veículos, o Acesso 3, a partir da Linha Amarela e da Linha Vermelha, terá um sistema de fiscalização eletrônica. O tráfego ficará restrito nos dias úteis, entre 15h e 21h, ao uso da Família Olímpica (delegações e autoridades) ou de quem tem como destino a universidade ou empresas do campus. 

Câmeras especiais vão identificar as placas dos veículos tanto nos acessos de entrada quanto de saída do campus, multando aqueles que cruzarem a Ilha do Fundão abaixo do tempo médio estimado para o fluxo de veículos naquele período, o que irá configurar o uso das vias da universidade como rota alternativa. Pela lógica, integrantes da comunidade acadêmica e das empresas sediadas na Cidade Universitária permanecerão no campus por um tempo acima do predeterminado, razão pela qual não precisarão se preocupar com cadastramentos ou maneiras de se identificar.

Para exemplificar, imaginemos que um carro leve 10 minutos para cruzar a Ilha do Fundão, do Acesso 3 até a Av. Brigadeiro Trompowsky. A fiscalização entenderá que não se trata de estudante, professor, trabalhador ou residente e o motorista será multado. No entanto, se alguém permanecer ou parar por alguns minutos a mais, mesmo que seja indo ao escritório ou unidade só para pegar um documento, levará um tempo maior, demonstrando vínculo com atividades realizadas no campus. Esse sistema de fiscalização, de acordo com a CET- Rio, também será utilizado em outros pontos da cidade como, por exemplo, na Avenida Niemeyer, Zona Sul do Rio.

Faixas exclusivas

Faixas exclusivas foram pintadas no asfalto da Cidade Universitária indicando o caminho para as delegações e autoridades que participarão dos Jogos Olímpicos. No campus, há dois tipos: a compartilhada e a prioritária. A "faixa compartilhada", toda tracejada, é liberada ao tráfego em geral, mas é proibido o estacionamento ao longo da pista demarcada. Em outros pontos, as linhas contínuas pintadas de verde no asfalto indicam a "faixa prioritária" (destinada à família olímpica, aos ônibus e aos táxis). Na Ilha do Fundão, não há a "faixa dedicada" (só para veículos autorizados). A multa para quem trafegar irregularmente nas faixas prioritárias e dedicadas será de R$1,5 mil, mas as restrições de circulação nas vias exclusivas passarão a valer a partir de 31 de julho.

O trecho demarcado na Cidade Universitária passa ao lado da Estação de BRT, depois pela Rua Professor Rodolpho Paulo Rocco (em frente ao Hospital Universitário Clementino Fraga Filho), Avenida Carlos Chagas Filho, Avenida Horácio Macedo, Rua Maria Paulina de Souza (indo sentido Barra) e Rua Lobo Carneiro. No sentido Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, a demarcação passa pela Rua Milton Santos e contorna a Praça Giulio Massarani.

A CET- Rio irá orientar todos os motoristas por meio de sinalização especifica, como placas, faixas pinturas e painéis de mensagens variáveis, sendo desnecessário o cadastramento de integrantes da comunidade universitária que vêm para estudar ou trabalhar na UFRJ ou moram na Vila Residencial e no Alojamento Estudantil. Maiores informações no site: http://www.cidadeolimpica.com.br/servicos/mobilidade/.

Restrição aos veículos de carga

Entre os dias 18 de julho e 18 de setembro, veículos de carga estarão proibidos de circular dentro dos perímetros determinados pela CET- Rio. No polígono expandido e Linha Amarela, o horário de restrição é das 6h às 11h e das 17h às 21h. Já no polígono Centro/Zona Sul, a restrição é das 6h às 21h, e somente veículo urbano de carga (com largura máxima de 2,70m e comprimento máximo de 7,20m) poderá circular das 11h às 17h. É recomendável que as empresas e unidades acadêmicas entrem em contato com as empresas prestadoras de serviço para agendar horários de entrega de encomendas na Cidade Universitária.

Acompanhe outras informações sobre trânsito e serviços no site da Prefeitura da UFRJ: www.pu.ufrj.br.

Notícias

A Comunicação na UFRJ
A Comunicação na UFRJ

Na maior universidade do Brasil, com suas mais d…

Oficina e performance na Arena CCS
Oficina e performance na Arena CCS

A atividade cultural da Decania do Centro de Ci…

Trânsito alterado na Cidade Universitária
Trânsito alterado na Cidade Universitária

A Cidade Universitária se tornará rota das del…

Palestra no NUPEM, em Macaé
Palestra no NUPEM, em Macaé

A direção do Núcleo em Ecologia e Desenvolvim…

Simpósio do IBqM
Simpósio do IBqM

A profª Russolina Benedeta Zingale, diretora do…

acesso-a-informacao