ccs-logo

Destaque

MAIS DO QUE NUNCA, CELEBREMOS!

Foto: Diogo Vasconcellos - CoordCOM/UFRJ

Mais do que nunca celebremos 2017

Reitor da UFRJ homenageia professores

Em tempos de irracionalismo, as professoras e os professores têm mantido acesa a chama do conhecimento, em prol da liberdade e da emancipação humana. Nas escolas e universidades, têm demonstrado emocionante coerência, inteligência e vigor para impedir que a educação pública seja engolfada pelas manifestações da crise que transtorna o país – do desmonte do aparato de ciência e tecnologia ao estrangulamento financeiro das universidades federais, abrangendo, inevitavelmente, a esfera política.

A celebração da data comemorativa é uma manifestação sobre o futuro, antecipa desejos e expectativas sobre o fazer docente. E, por isso, não podemos deixar de pensar nos desafios imediatos. O trabalho docente está se intensificando de modo preocupante. Exigências diversas (avaliação dos programas de pós-graduação e da carreira, publicações, orientações, projetos, turmas com grande número de estudantes, etc.) precisam ser reexaminadas, em nome da saúde física e mental e da capacidade criadora.

A intensificação do trabalho é potencializada pelas radicais transformações nos loci de produção do conhecimento e impulsionada por novas tecnologias de informação. A divulgação meteórica de novas publicações, a influência direta do poder econômico na pesquisa e na divulgação científica exigem, cada vez mais, exaustivo esforço de síntese, objetivando apreender as principais problemáticas científicas e colocar em relevo a ética no fazer científico. Tudo isso está ocorrendo em um contexto de queda abrupta das condições materiais para o desenvolvimento acadêmico e institucional.

A pós-verdade, neologismo que foi dicionarizado, tal a sua amplitude, o recrudescimento do fundamentalismo religioso, a censura sem constrangimentos à arte “degenerada”, a hostilidade diante das concepções secular e laica da vida, como se depreende de investidas de movimentos irracionalistas e de setores do judiciário contra a liberdade de pensamento e os preceitos fundamentais do estado de direito, tudo isso torna a docência uma atividade que se encontra no olho do furacão dos conflitos provocados pelo giro conservador que se espalha em diversas partes do mundo e no Brasil em particular.

Mas, para desespero dos que querem silenciar as polissêmicas vozes dos (as) docentes, as universidades públicas estão vibrantes. Em diálogo com os (as) estudantes, atuam a favor da liberdade, da cultura e do esclarecimento crítico. Sabem que a prática da autonomia universitária é decisiva nos tempos atuais. E que urge enfrentar novos desafios, objetivando fortalecer o conceito de comunidade acadêmica. Novos desafios, emocionantes e inspiradores, interpelam a docência universitária, como a acelerada mudança no perfil socioeconômico dos estudantes das universidades públicas, fazendo-nos lembrar o quanto a educação é desigual em uma sociedade de classes.

Estudantes, docentes e técnico-administrativos estão desafiados a constituir espaços dialógicos em proveito do livre desenvolvimento das culturas, das ciências, das artes e das tecnologias. Em todos os níveis, em todas as esferas, a docência realimenta o altruísmo, a ideia de que compartilhar é melhor do que guardar para si. Seguimos criando, forjando sociabilidades democráticas, lutando pela formação integral de todos os estudantes. Em reconhecimento ao gesto altruísta e corajoso de Helley Abreu Batista em prol da vida de seus estudantes, afirmamos: estamos juntos  na defesa de ideias, de perspectivas de igualdade, da convivência democrática e da busca do bem viver de  todos(as)!

Roberto Leher

Rio de Janeiro, 15 de outubro de 2017

Notícias

Mais do que nunca, celebremos!
Mais do que nunca, celebremos!

Foto: Diogo Vasconcellos - CoordCOM/UFRJ Reitor…

PATENTES, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO
PATENTES, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

A 8ª edição do Seminário Internacional Paten…

EVENTO NO MUSEU DE ARTE MODERNA
EVENTO NO MUSEU DE ARTE MODERNA

A realização da "Oficina de Patrimônio Genét…

CCS se une às manifestações pela morte do reitor da UFSC
CCS se une às manifestações pela morte do reitor da UFSC

A direção da Decania do Centro de Ciências da…

EVENTO DO NUTES
EVENTO DO NUTES

Veja as informações do evento do Núcleo de Te…

acesso-a-informacao